Dance Of Days

Letra de Carro Bomba (Ao Vivo Hangar 110)

Letras de Dance Of Days

"Carro Bomba (Ao Vivo Hangar 110)"

Outra semana trabalhando como um desgraçado. 
Pela janela minha vida a desaparecer 
e os sorrisos a minha volta me fazem querer morrer. 
Um dia vou tocar fogo nessa merda e não vai sobrar nada... 
Pela janela o computador, a máquina de escrever, 
você e seu mundo fútil sem porra nenhuma a me dizer. 
Eu não tenho nada a ver com seu narcisismo idiota... 
eu não quero ser como você, um verme a cultivar gravatas, 
status quo de merda... 
Você não imagina o que eu tenho em mente quando digo bom dia...

Quando digo "sim, senhor" eu penso em te erguer pelo pescoço 
e te ver mijar nas calças, seu filho da puta. 
Como um carro bomba aguardo minha hora de explodir 
e levar tudo comigo. 
Pela janela o computador, a máquina de escrever, 
você e seu universo megalomaníaco inútil. 
O relógio marca incessante a hora. 
Será que hoje eu estouro ou eu vou embora, 
pra amanhã te imaginar rastejando só mais uma vez...
Eu não tenho nada a ver com seu narcisismo idiota... 
eu não quero ser como você, um verme a cultivar gravatas, 
status quo de merda... 
Você não imagina o que eu guardei só pra você...