Toquinho

Letra de Doce Martírio

Letras de Toquinho

"Doce Martírio"

Quando olho esse canto vazio
Em que tu costumavas deitar,
Teu sorriso, tua calma, teu cio
Permanecem pairando no ar.

Eu me sinto partir-me por dentro.
Eu me sinto sozinho demais. 
Esse tempo passando tão lento, 
Essa noite no tempo voltando pra trás.

Se a gente soubesse da dor
Que nos causa uma separação,
Não faria por certo o amor
Depender de um sim ou de um não.

É que é tanta beleza a luzir,
É a paixão a nos embriagar.
É a vida a nos iludir
Nesse doce martírio,
Delírio de amar.

E me vejo então te xingando,
Jurando não mais te rever.
E vou me enganando,
E no fundo esperando você.