Cartola

Letra de Sala De Recepção

Letras de Cartola

"Sala De Recepção"

Habitada por gente simples e tão pobre
Que só tem o sol que todos cobre
Como podes, Mangueira, cantar?
Pois então saiba que não desejamos mais nada
A noite, a lua prateada
Silenciosa ouve as nossas canções
Tem lá no alto um cruzeiro
Onde fazemos nossas orações
E temos orgulho de ser os primeiros campeões

Eu digo e afirmo que a felicidade aqui mora
E as outras escolas até choram
Invejando a sua posição

Minha Mangueira da sala de recepção
Aqui se abraça o inimigo
Como se fosse um irmão