Paulo Ricardo

Letra de Louras Geladas

Letras de Paulo Ricardo

"Louras Geladas"

Disfarça e faz que nem me viu não me ouviu te chamar
Disfaz assim de mim que nem se faz com qualquer um

Agora eu sei, passei por cada papel
E rastejei tentando entrar no seu céu
Agora eu sei, passei por cada papel
Embriaguei e acordei no bordel

Já sei que um é pouco dois é bom três é demais
Eu fico louco de ciúmes de outro rapaz

Agora eu sei, passei por cada papel
E rastejei tentando entrar no seu céu
Agora eu sei, passei por cada papel
Embriaguei e acordei no bordel

Na Madrugada
Na mesa do bar
Louras Geladas
Vem me consolar


Qualquer mulher é sempre assim
Vocês são todas iguais
Nos enlouquecem, então se esquecem,
Já não querem mais