Paulo Ricardo

Letra de Não há dinheiro que pague

Letras de Paulo Ricardo

"Não há dinheiro que pague"

Eu sempre acreditei
Que a qualquer hora
Eu pudesse lhe deixar
E pensei que sem você
Não poderia nunca me queixar
Mas quando fiquei sem lhe ver
Então é que pude entender

Não há dinheiro no mundo
Que me pague a saudade de você
Não há dinheiro no mundo
Que me pague a saudade de você

E agora que você de novo está comigo
Eu posso até dizer
Que foi tão grande o castigo
Mas me fez enfim compreender
O erro que eu cometi
Sofrendo porém aprendi

Que não há dinheiro no mundo
Que me pague a saudade que senti
Não há dinheiro no mundo
Que me pague a saudade que senti
Não há dinheiro no mundo