Sorriso Maroto

Letra de Escondido dos seus Pais (Ao Vivo)

Letras de Sorriso Maroto

"Escondido dos seus Pais (Ao Vivo)"

E o Sorriso Maroto fazendo aquele pagodin' diferente, diferente
Si'mbora
É, tem gente aí, mas eu entro descalço
De fininho, ninguém vai me ouvir
Se você me permitir fazer essa loucura
Na sua casa, antes de dormir
A gente faz amor baixinho para não acordar o vizinho
Deixa a TV ligada que é pra disfarçar
Cuidado pra não se empolgar
Não vai pra lá, não vem pra cá
Cama vai balançar e alguém vai desconfiar
Se a porta bater e o cachorro latir
Se sua mãe acordar e a cama sacudir
Diz que foi pesadelo, que não é nada demais
Amor gostoso é escondido dos seus pais
Se a porta bater e o cachorro latir
Se sua mãe acordar e a cama sacudir
Diz que foi pesadelo, que não é nada demais
Amor gostoso é escondido dos seus pais
Ai-ai, ai-ai, amor gostoso é escondido dos seus pais
Ai-ai, ai-ai, amor gostoso é escondido dos seus pais (ei!)
É, tem gente aí, mas eu entro descalço
De fininho, ninguém vai me ouvir
Se você me permitir fazer essa loucura
Na sua casa, antes de dormir
A gente faz amor baixinho para não acordar o vizinho
Deixa a TV ligada que é pra disfarçar
Cuidado pra não se empolgar
Não vai pra lá, não vem pra cá
Cama vai balançar e alguém vai desconfiar
Se a porta bater e o cachorro latir
Se sua mãe acordar e a cama sacudir
Diz que foi pesadelo, que não é nada demais
Amor gostoso é escondido dos seus pais
Se a porta bater e o cachorro latir
Se sua mãe acordar e a cama sacudir (todo mundo balançando)
Diz que foi pesadelo, que não é nada demais (todo mundo balançando)
Amor gostoso é escondido dos seus pais
Ai-ai, ai-ai, amor gostoso é escondido dos seus pais
Ai-ai, ai-ai, amor gostoso, e vem, vem, é
Ai-ai, ai-ai
Ai-ai, ai-ai, amor gostoso é escondido dos seus pais
Ô sorte