Moacyr Franco

Letra de Amiga

Letras de Moacyr Franco

"Amiga"

Não paravas de me olhar
Estavas triste
Completamente bela sensual
Que será que me arrastou
Ao teu encontro?

Já não sei se disse: Alô ou como vai?
Lembra da primeira noite, me responda
Que tipo de feitiço me enredou?
E que poder é esse minha amiga?
Que todos meus sentidos sufocou?

Amiga eu preciso ser meu senhor
Ou pelo menos dono do meu próprio destino
Mais me afasto mais quero te encontrar
Mais te vejo mais cego vou ficar

Sempre que alguém me encontra em teu caminho
Eu digo que o acaso me levou
E diria qualquer coisa sem sentido
Para não confessar que é por amor

Tu não paras de me olhar
E estou triste
Completamente fora do que sou

Não sei o que digo agora
Que estou indo
Não sei se digo adeus
E nem se vou

Amiga eu preciso ser meu senhor
Ou pelo menos dono do meu próprio destino
Mais me afasto mais quero te encontrar
Mais te vejo mais cego vou ficar