Abel e Caim

Letra de Caminho do Céu (Tião Carreiro-Lourival dos Santos)

Letras de Abel e Caim

"Caminho do Céu (Tião Carreiro-Lourival dos Santos)"

Sereno cai, deixar cair
Quem mora no pé da serra não tem jeito de sair
Sereno cai, deixar cair
Quem mora no pé da serra não tem jeito de sair

Vivo lá no pé da serra, vivo segurando o morro
No meu chão não tem ladrilho, minha casa não tem forro
Apesar do sofrimento eu só canto, mas não choro
Caminho que vai pro céu começa lá onde moro

Só ganha troféu de ouro, quem no duro não trabalha
Minha mão cheia de calo nunca mereceu medalha -
Será que Deus está vendo o lugar que a gente está
Se meu canto for sincero Deus vai me tirar de lá.
CONTINUAR