Fito Paez

Letra de Adiós a las cosas

Letras de Fito Paez

"Adiós a las cosas"

Ah, debaixo do mesmo sol,
banhado por outro mar,
apaga e acende o farol,
só continua o lugar.

Cada pedaço do céu,
cama começo ou final,
nunca ou sempre sei lá,
só continua o lugar.

Nada pertence a ninguém,
tudo permanece além,
depois ou antes de estar
dentro ou bem longe de lá.

Enfim nesse vazio outros amantes serão,
até iguais, desde que o amor deixe seus sinais.

Ah, adiós a las cosas,
quem segurou a areia com a mão,
viu escorrer pelos dedos o chão.
Ah, adiós a las cosas,
tantas palavras jogadas no ar,
hoje ninguém mais consegue escutar.
Ah, adiós a las cosas,
nada pode começar,
tudo tem que terminar,
só o tempo puro que vive
a nos transformar.

Adiós a las cosas,
adiós a las cosas.
Adiós.
CONTINUAR