Natiruts

Letra de Cantar

Letras de Natiruts

"Cantar"

Cantar (meu cantar), não deixa a alegria ir embora 
O meu cantar (meu cantar), não deixa a alegria ir embora 

Acordamos de manhã bem cedo para trabalhar 
Deixando em casa os filhos, com olhar de esperança 
Acreditando que alguns poucos homens venham a se lembrar 
Do que prometeram iô iô, na tarde de um belo dia 

Guardo até hoje a camisa que você me deu 
Que dizia em letras grandes o Brasil é todo seu 
Mas só que eu não me lembrei de então perguntar 
Se um dia iô iô, esse homem ia voltar 
A pisar na lama ao menos para agradecer 
Com a mesma falsidade a quem o fez enriquecer 

É...é difícil meu irmão, mas se você não tentar 
Não pense que eles tentarão, não 
É...é difícil meu irmão, mas se você não tentar 
Não pense que eles tentarão, porque 

Quem te governa não quer saber de você 
Quem te governa não quer te ver feliz 
Quem te governa não quer te ver sorrir 
Quem te governa não merece ter nascido aqui no Brasil, no Brasil! 

Cantar (meu cantar), não deixa a alegria ir embora 
O meu cantar (meu cantar), não deixa a alegria ir embora 

O que adianta brigar por mudanças se nós 
Não nos dermos as mãos, caminharmos todos juntos 
O que adianta a gente reivindicar se lutamos entre nós 
Matamos nossas crianças 

Guardo até hoje a camisa que você me deu 
Que dizia em letras grandes o Brasil é todo seu 
Mas só que eu não me lembrei de então perguntar 
Se um dia iô iô, esse homem ia voltar 

A pisar na lama ao menos para agradecer 
Com a mesma falsidade a quem o fez enriquecer
CONTINUAR